Gestão Espaços Confinados

Apesar de não existirem dados confiáveis no Brasil, é reconhecido o número expressivo de acidentes nos trabalhos em espaços confinados, que ocorrem pelo desconhecimento dos riscos e das barreiras de segurança necessários. Estima-se que 90% dos acidentes em espaços confinados são graves, não raramente envolvendo mais de um trabalhador.

Os trabalhadores continuam a entrar em ambientes confinados (acontece em cisternas, dutos, silos, reatores, vasos, tanques, galerias, caixa de inspeção, caldeiras, etc.), muitas vezes sem as precauções elementares e por isso estão morrendo ou sofrendo graves lesões não apenas por falta de oxigênio, inalação de produtos tóxicos, quedas ou explosões, mas essencialmente por falta de informação.

Ao longo dos anos de atuação nesse campo, percebemos o elevado número de profissionais que não se sente seguros no ato de uma liberação de entrada, isso deve-se principalmente pela falta de um padrão devidamente estabelecido na unidade. Ter um programa de gestão confiável no aspecto de segurança porporciona uma percepçao maior sobre os riscos e assim possibilitando a adoção de medidas especiais de segurança.
A Sete QS desenvolve todo o processo de adequação da empresa frente a norma de referência, proporcionando Procedimentos Padronizados, Análise de Risco, Plano de Atendimento a Emergência e capacitação da equipe de liberação frente ao rpocedimento padrão.